Ciência explica cancro raro em crianças

Ciência 25-01-2019 12:36
Por Redação

Um tipo de cancro do sangue raro, que afeta principalmente as crianças, pode surgir devido ao prolongamento de determinadas células no timo, conclui um estudo feito em ratinhos pelo Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), hoje divulgado.

 

O cancro em causa chama-se leucemia linfoblástica aguda das células T, que aparece a partir de células  indiferenciadas que produzem as células T, também chamadas linfócitos T, um tipo de glóbulos brancos que protege o organismo).

 

Este tipo de leucemia «pode emergir como consequência de prolongar a permanência das células precursoras» no timo, uma glândula situada sobre o coração que é responsável pelo desenvolvimento e a seleção de linfócitos T, refere o estudo.

 

 

 

 

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais

Últimas Notícias