WRC regressa à Turquia

WRC 12-09-2018 17:45
Por José Caetano

Na 13.ª etapa do Mundial de Ralis de 2018, regresso do WRC à Turquia, país de fora do campeonato desde 2011 – Sébastien Loeb ganhou em 2010 e é o recordista de vitórias, três em sete edições. A prova tem quartel-general montado em Marmaris, na província de Mugla. O percurso tem 896,06 km, incluindo 317,28 km ao cronómetro (arrumados em 17 especiais, com ponto final na Power Stage de domingo, 16, com 7,12 km).


O rali na Riviera da Turquia realiza-se, maioritariamente, em pisos de terra, excluindo-se a superespecial de hoje, 16, com 2,45 km, nas ruas de asfalto do centro da cidade na margem do Mediterrâneo. A expectativa é enorme, considerando tanto a classificação do Mundial, com Thierry Neuville (Hyundai i20 Coupé WRC) à frente, com 172 pontos, mais 23 do que Sébastien Ogier (Ford Focus WRC) e 36 do que Ott Tänak (Toyota Yaris WRC), como o desconhecimento do terreno, problema extra para equipas e pilotos.


Curiosamente, no Mundial-2018, todos os candidatos ao título ganharam ralis de terra: o pentacampeão Ogier venceu no México, Neuville foi 1.º em Portugal e na Sardenha e Tänak impôs-se na Argentina e na Finlândia. Logo, desaconselham-se prognósticos…

 

Resumo de 2018

 

RALIS/VENCEDORES

Monte Carlo: Sébastien Ogier

Suécia: Thierry Neuville

México: Sébastien Ogier

Córsega/França: Sébastien Ogier

Argentina: Ott Tänak

Portugal: Thierry Neuville

Sardenha/Itália: Thierry Neuville

Finlândia: Ott Tänak

Alemanha: Ott Tänak

MUNDIAL DE PILOTOS

1 Thierry Neuville, 172 pontos

2 Sébastien Ogier, 149 pontos

3 Ott Tänak, 136 pontos

4 Esapekka Lappi, 88 pontos

MUNDIAL DE CONSTRUTORES

1 Hyundai Shell Mobis WRT, 254 pontos

2 Toyota Gazoo Racing WRT, 241 pontos

3 M-Sport Ford WRT, 224 pontos

4 Citroën Total Abu Dhabi WRT, 159 pontos

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais