«A equipa está preparada para a maratona que terá pela frente» - Pepa

Tondela 10-08-2018 13:43
Por Arménio Pereira

Pepa quer acabar a semana da forma como ela começou, ou seja, a ganhar. Na segunda-feira, o Tondela alcançou de forma inédita a fase de grupos da Taça da Liga com uma vitória em Guimarães (2-0), agora o objetivo é vencer este sábado (19 horas), o Belenenses no seu estádio.

O foco total neste jogo faz soltar já o aviso prévio do treinador de que «serão todos competitivos e todos difíceis», perspetivando um campeonato muito equilibrado.

 

Para atrás fica a vitória com o Vitória de Guimarães, agora a competição é outra. Ainda há coisas para melhorar mas no processo defensivo e organização Pepa considera o processo bem encaminhado. «Sinto a equipa preparada e ciente da grande maratona dos 34 jogos que vamos ter pela frente», reforçou, acrescentando, logo a seguir, que em nenhum deles «podemos ir para casa com a sensação de que ficou algo por fazer».

Em relação à época passada, o técnico pretende a mesma entrega, dedicação, lutando sempre pelos três pontos independentemente do estádio.   
 

Antes do jogo de segunda-feira tinha também vincado a ideia de «uma equipa malandra», o mesmo é dizer «uma equipa objetiva, pragmática e que tenha procura constante da baliza adversária». Num plantel com várias opções para diferentes posições, Pepa assume isso como uma ferramenta que permite moldar a equipa em termos estruturais, com a estratégia e ao próprio jogo.

 

Da parte do Belenenses é esperado um adversário que privilegia a circulação rápida da bola «e não tem problemas em procurar a profundidade para atacar, o espaço nas costas da equipa adversária». Uma postura tática muito ofensiva que procura a baliza em dois, três passes. Uma certeza que o técnico revela comum a todas as equipas. «A maior parte dos golos são marcados ou de bola parada e na transição».

Em relação à nova época, mais importante do que prometer melhorar a classificação, «é superarmo-nos a nós próprios (equipa técnica) e tirar ainda mais rendimento dos jogadores». Mais do que só ver uma meta de pontos é fundamental superação diária.

 

Para fechar o plantel, o técnico tondelense aguarda ainda pela chegada de um defesa-central. «É a nossa prioridade, estamos em conjunto a trabalhar nesse sentido», concluiu.

 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais