Criado teste inovador para avaliar medicamentos perigosos na gravidez

Ciência 01-08-2017 13:41
Por Redação
Foi desenvolvido na Universidade de Coimbra um teste que permite identificar medicamentos «potencialmente perigosos para a gravidez», contribuindo para a redução de defeitos à nascença.

O Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) de Coimbra «propõe uma alternativa aos atuais testes pré-natais que, além de serem realizados exclusivamente em animais, apresentam limitações quando testados em contexto clínico», afirma a Universidade de Coimbra (UC) em nota enviada às redações.

O teste irá permitir «avaliar a toxicidade dos medicamentos num sistema ‘humanizado’ e poderá contribuir para a redução de defeitos no desenvolvimento do sistema vascular do embrião».

A equipa de especialistas investigadores do CNC da UC desenvolveu uma metodologia para «obter células endoteliais humanas a partir de células estaminais pluripotentes (CEP) e avaliou o impacto de 1.280 químicos, identificando dois particularmente perigosos» - aflufenazina (um anti-psicótico) e o 7-Cyclo (um anti-inflamatório), .

Helena Vazão, uma das autoras do artigo científico publicado, esclarece que «o grupo desenvolveu uma plataforma capaz de analisar e relacionar muitos dados simultaneamente de forma mais rápida baseada em CEP humanas».
Ler Mais

Últimas Notícias