«Prémio faz bem ao ego português» - José Mourinho

FIFA 10-01-2011 20:25
Por Miguel Cardoso Pereira, em Zurique
José Mourinho congratulou-se esta segunda-feira com o facto de Portugal ter, agora, quatro premiados com a Bola de Ouro.


«Já tinha pensado falar em português se ganhasse, sim. Depois vi o Pedro Pinto, que poderia traduzir se eventualmente fosse preciso. O prémio faz bem ao ego do português. Depois de Eusébio, Figo e Cristiano Ronaldo, tocou-me a mim e e já somos quatro Bolas de Ouro para Portugal. Portugal estará contente e se houver alguém que não esteja é porque é invejoso», disse Mourinho à imprensa portuguesa.

O treinador português considerou que o Inter, clube pelo qual conquistou os títulos que lhe valeram o prémio, «foi um bocadinho injustiçado» por, depois de ter sido campeão europeu e do Mundo, não ter qualquer jogador entre os nomeados para melhor do ano 2010. «Para a família interista, teria significado especial que o seu treinador ganhasse e foi emocionante ter aqui Maicon, Lúcio, Sneijder, Casillas e Ronaldo, meus jogadores».

Apesar de satisfeito com a conquista da Bola de Ouro, José Mourinho não perde a noção de que começa agora uma nova etapa. «O mais importante são os títulos colectivos, ter ganho ontem e ganhar o próximo. Mas é histórico para mim e para o futebol português. Sinto orgulho, mas como dizia o Guardiola, a meu lado, mais importante que o troféu foi ouvir coisas como o que Sneijder me disse», admitiu o treinador.

José Mourinho relembrou o facto de ter sido eleito três vezes pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol melhor treinador. «Faltava-me este troféu, sim, mas ainda não existia. Já tinha ganho três vezes a Bola de Ouro da Federação Internacional de História e Estatística, mas este é marcante, porque agora existe. Amanhã há treino e quinta-feira há jogo, mas agora quando chegar a casa vou encontrar a minha mulher e os meus filhos e vai ser fantástico».
Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias