Ronaldo ou Messi? Resposta de Ricardinho impressiona

Futsal 26-07-2019 21:01
Por Redação

Enquanto no futebol a discussão em torno do melhor do mundo gira obrigatoriamente entre Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, no futsal Ricardinho monopoliza o debate. Ao jornal The Guardian, o internacional português explica como é carregar sozinho o peso de ser o maior símbolo de uma modalidade.

 

«Nada tenho a recear. Tenho de ser em Portugal e no estrangeiro o exemplo para as pessoas do futsal. Sou mais um para ajudar a chamar mais gente a praticar futsal», começa por dizer o jornal britânico, acrescentando ainda: «Algumas pessoas dizem que o campo de futsal é pequeno de mais para mim, mas o que digo é que temos poucos ídolos. Os exemplos que mostramos aos miúdos são os de Neymar, Ronaldo e outros – todos jogadores de futebol.»

 

Depois de ajudar Portugal a conquistar o Europeu, o selecionador Jorge Braz fez uma analogia arrojada: «Se juntarem Ronaldo e Messi num jogador, temos Ricardinho no futsal.»

 

Uma comparação que também não intimida o capitão da Seleção Nacional: «Não, seria pior compararem-me a um António a um Pedro. As comparações a Ronaldo e Messi deixam-me feliz.»

 

Estava aberto o caminho para a questão. E no futebol, Ronaldo ou Messi, qual o melhor? Primeiro Ricardinho sorriu, depois com semblante sério atirou: «Esse é um dos maiores problemas da humanidade. Passamos demasiado tempo a fazer comparações em vez de desfrutarmos. Por favor, desfrutem. Não sabemos quando poderemos voltar a ver jogadores como Ronaldo e Messi.»

 

Ao jornal britânico revelou ainda qual o seu principal segredo: «A velocidade com que envio a informação do meu cérebro para o pé.» Um atributo que não foi suficiente para vingar no futebol:

 

- O meu sonho sempre foi ser jogador de futebol. Não fui eu que escolhi o futsal, foi o futsal que me escolheu. Tentei jogar futebol, mas disseram-me que era demasiado baixo. E quanto o futsal me escolheu, pensei: “se este é o desporto que vou praticar, quero ser o melhor”.

 

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (34)

Últimas Notícias