«É muito importante chegarmos à fase de grupos da Liga Europa» - Blati

Vitória de Guimarães 12-07-2019 10:56
Por Eduardo Pedrosa Marques

Ibrahim Blati Touré. Este é um dos novos reforços do Vitória para 2019/2020. Natural do Burquina Faso – com dupla nacionalidade costa-marfinense -, o médio, de 24 anos, luta por um lugar ao sol no onze de Ivo Vieira.

 

O africano foi o escolhido para falar aos jornalistas na manhã desta sexta-feira, antes do início de mais um treino, no Centro de Estágios Rosa Náutica, em Quiaios, e nas suas palavras já pode depreender-se que está por dentro da grandeza do Vitória. Blati destaca a boa integração no grupo de trabalho e olha para a entrada na Liga Europa como objetivo imediato – os conquistadores terão pela frente duas pré-eliminatórias e ainda um play-off.

 

«Fui muito bem recebido pelos meus companheiros, encontrei aqui um grande ambiente. É uma família! Espero trabalhar bastante para ajudar o clube. Estamos numa fase de entender as ideias do treinador pois queremos estar prontos para o arranque oficial da época. É muito importante chegarmos à fase de grupos da Liga Europa e temos a confiança necessária para atingirmos esse objetivo. O plantel é bom, há muita competitividade, e todos teremos de dar o máximo para podermos jogar. Já conheço um pouco da história do Vitória, é um grande clube, e vamos fazer tudo para darmos alegrias aos adeptos.

 

Num português bastante aceitável para um africano, Blati não escondeu que pediu conselhos a Paulo Duarte, selecionador nacional do Burquina Faso. O antigo defesa central disse ao médio que o Vitória seria uma excelente escolha. «Falei muito com o Paulo Duarte. Disse-me que os adeptos do Vitória gostam de jogadores que deixem tudo em campo e aconselhou-me bastante para eu tomar a decisão de vir para este grande clube», sublinhou.

 

Em relação ao treino, destaque para as ausências de Wakaso (realiza trabalho específico de recuperação) e de Ola John (continua entregue ao departamento médico). Florent, por seu turno, também foi ausência de vulto para Ivo Vieira. O lateral esquerdo foi devidamente autorizado a falhar a sessão matinal por ter sido pai.

 

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (11)

Últimas Notícias

Mundos