«Temos um plantel fortíssimo» - Alexandre Guedes

Vitória de Guimarães 09-07-2019 11:17
Por Eduardo Pedrosa Marques

O Vitória continua a sua preparação para que consiga entrar da melhor maneira em 2019/2020 e, durante esta semana, estará concentrado no Centro de Estágios Rosa Náutica, em Quiaios, para o seu estágio de pré-época. Na manhã desta terça-feira, e ainda antes do início do treino, Alexandre Guedes foi o jogador escolhido para falar aos jornalistas.

O ponta de lança está satisfeito com o plantel e, dessa forma, os adeptos vimaranenses podem esperar uma temporada de sucesso. Esse é o grande objetivo do grupo de trabalho que, recorde-se, irá ser orientado por Ivo Vieira.
 

«Temos um plantel fortíssimo. Os mais velhos vão ajudar os mais novos a integrarem-se e, juntos, queremos ajudar o Vitória a ser cada vez mais forte. O grupo está focado em jogador futebol, tirar o máximo partido do que o mister Ivo Vieira nos ensina. É uma pessoa humilde, eu já o conhecia, e de certeza que todos os jogadores vão lutar pelo seu lugar, com trabalho e dedicação, para ajudarmos o clube. Toda a gente sabe que é um bom treinador, fez um excelente trabalho no Moreirense como já tinha feito noutros clubes por onde tinha passado. Vai ajudar-nos a sermos melhores. Para já, estamos focados em chegar à fase de grupos da Liga Europa.»
 

No capítulo individual, o avançado dos conquistadores deseja ajudar a equipa com golos, de preferência superando a marca dos oito apontados na temporada anterior. «Todos os jogadores gostam de atingir os seus limites. Quero ultrapassar a minha marca da época passada. Se marquei oito, esta época quero fazer mais ainda. Quantos? O máximo possível. O mais importante é ajudar a equipa a ser mais forte. Quero ajudar com golos e isso com o tempo irá acontecer», concluiu.
 

Da sessão matinal, cujos primeiros 15 minutos foram abertos à Comunicação Social, destaque para as ausências de Wakaso e Ola John, ambos a recuperar de lesões.
 

Esta quarta-feira há jogo com o Aves, às 18 horas, em Quiaios, à porta fechada.

 

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (81)

Últimas Notícias

Mundos