A inspiração final segundo Fransérgio

SC Braga 22-04-2019 10:20
Por Redação

Um cabeceamento indefensável e pleno de oportunidade impulsionou a vitória do SC Braga, anteontem, na Feira. O golo teve assinatura de Fransérgio, que regressou à competição com enorme fulgor: a prova de tamanho reconhecimento ressalta da inspiração finalizadora nos dois jogos que marcaram a sua reaparição.


Ao brasileiro bastou esse par de oportunidades para fazer aquilo que ainda não havia conseguido nas 30 primeiras chamadas à equipa esta época: encontrar o caminho da baliza contrária. Vidas em que se estreou na penúltima ronda, saltando do banco a tempo de fechar o  triunfo (3-0) sobre o Tondela.


Uma semana passou e o médio reconquistou a titularidade, na visita ao terreno dos fogaceiros, ainda que disfarçado de avançado. Um papel que não foi novo para o jogador nascido em Rondonópolis, há 28 anos, ele que tantas vezes ajudou a compor a dupla de ataque, ao lado de Dyego Sousa ou Paulinho: e foi ali que vincou a sua posição, desafiando os companheiros que ficaram de fora a ameaçar a sua condição.


Se o futebol é o momento, como tantas vezes Abel Ferreira faz questão de salientar nas suas intervenções, o momento sai em defesa da continuidade de Fransérgio no onze do SC Braga. Ele que, curiosamente, acabou de apontar os primeiros golos na Liga ao serviço dos minhotos: no primeiro ano de clube, os seus quatro remates certeiros foram um exclusivo na Europa.

 

Ler Mais
Comentários (9)

Últimas Notícias