«Não importam o Manuel, o António ou o Joaquim…»

FC Porto 06-12-2018 14:45
Por Redação

Hernâni (golo aos 90+5) garantiu os três pontos no Bessa para manter o FC Porto como a equipa com melhor aproveitamento dos jogadores que saltam do banco. Sérgio Conceição explicou que esse sucesso individual é fruto do trabalho coletivo.

 

«Esse espírito é bom, todos trabalham da mesma forma, todos se sentem importantes e nosso trabalho é no sentido de o jogador poder dar uma resposta positiva. Não é fácil porque existem questões emocionais, assim como as expetativas e objetivos de cada um, que são jogar o mais possível. Mas eles compreendem que mais importante é a equipa, e não o Manuel, o António, ou o Joaquim», referiu em conferência de imprensa.

 

Questionado se essa vitória suada no dérbi seria mais importante em termos emocionais do que um triunfo folgado: «A equipa está muito comprometida e todos já viram isso. Os golos podem ser obtidos no primeiro ou no último minuto, mas lutamos sempre por esse objetivo. A equipa tem de jogar sempre de uma forma agressiva na procura da baliza contrária, até porque não estamos preparados para gerir o jogo de outra forma. Ganhámos o jogo com um golo aos 90+5, mas esse golo poderia ter surgido na primeira parte. É sinónimo de que a equipa está focada, comprometida e que acredita até ao apito final do árbitro.»

Ler Mais
Comentários (14)

Últimas Notícias