Daniela Araújo ruma ao Chipre para conquistar títulos

Futebol Feminino 29-07-2021 19:09
Por Rafael Batista Reis

Num ápice, a luta pelo título nacional feminino no Chipre irá fazer-se também em português: se o atual campeão, o Apollon, contratou a avançada Beatriz Fonseca, o principal adversário, o Nea Salamis, fechou a sua baliza com a também lusa Daniela Araújo.

À chegada ao novo clube, a guardiã que na época transata representou o Gil Vicente mostrou-se feliz pelo passo em frente que terá na carreira. «Vou ter a possibilidade de lutar pelo título. Um dos objetivos pelos quais estou cá é para ser campeã e vou dar o meu máximo para o conseguir», promete, segura de si, a A BOLA.

«Se olhar para trás, vejo todo o meu esforço e acho que não podia ter dado mais», confessa a atleta conhecida por Palha, de 23 anos, que aspira a feitos ainda maiores como passar a constituir uma opção para a Seleção Nacional. «Estive em todas as formações e escalões da Seleção Nacional e então é óbvio que é um sonho chegar à Seleção A, é o sonho de qualquer jogadora. Vou lutar e trabalhar para isso, claro que está saída me dá maior visibilidade, abre mais pois com esta saída do país dou-me a conhecer ao mundo», define Daniela, que mostrou o seu potencial no nosso campeonato e agora decidiu emigrar.

 

 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos