O regresso de Jessica depois de «dez meses de sofrimento»

Futebol Feminino 22-02-2021 09:29
Por Miguel Mendes

Uma felicidade imensa, como se da primeira vez se tratasse. Jéssica Silva, avançada de 26 anos, voltou a sorrir com a camisola portuguesa após longa ausência por lesão. Um sentimento agridoce, pois a derrota, no último suspiro finlandês, adiou a festa portuguesa de mais um apuramento para o Euro. Portugal entra para a última jornada de qualificação sabendo ser quase impossível o apuramento direto, mas com o lugar no play-off garantido.


«Estou feliz pelo regresso. Foi bom voltar a jogar pela Seleção. É óbvio que gostava que tivéssemos ganho à Finlândia e tivesse contribuído mais. Aquele golo nos instantes finais foi um golpe duro. Ficámos tristes com a derrota, mentiria se dissesse que não. O nosso jogo não estava a ser perfeito, mas estávamos a fazer o que nos competia e estivemos muito perto de marcar e pontuar. Portugal continua a depender de si próprio e isso é que importa», começa por dizer a internacional portuguesa, recordando o período complicado que passou.


«Foram dez meses de sofrimento. Fiz uma cirurgia para reconstruir o tendão de Aquiles. Foi sem dúvida a lesão mais complicada que sofri, em que o processo de dor esteve sempre ligado ao processo de recuperação. Por vezes, era difícil abstrair-me da dor.»

 

Leia mais na edição impressa ou digital de A BOLA. 

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias