Ghilas no ponto de partida

Vitória de Setúbal 19-11-2019 08:10
Por Miguel Mendes

Está recuperado de problemas físicos, já trabalha sem limitações e será uma das setas sadinas apontadas ao dragão. Um jogo especial para Ghilas, ponta de lança argelino, que, curiosamente, atingiu o ponto mais alto da carreira em 2013/2014 quando trocou o Moreirense pelo FC Porto.

 

Com a camisola azul e branca somou 35 jogos, apontou quatro golos, um registo insuficiente para se manter no clube na época seguinte: seguiram-se três empréstimos - em Espanha, a Córdoba e Levante; na Turquia, ao Gaziantepspor -, sem nunca ter atingido os desempenhos que o catapultaram de Moreira de Cónegos para os portistas.

 

O Vitória reabriu-lhe as portas do futebol português e o internacional argelino chegou ao Bonfim com a intenção de dar novo impulso à carreira. É com esta ambição que Ghilas entrará no Dragão, palco enorme para voltar a brilhar, depois de um cartão de visita cintilantes no seu jogo de estreia na Taça de Portugal. Fez um hat trick no triunfo sobre o Águias de Moradal (5-0), veia goleadora que pretende manter a pulsar nesta competição.

 

Julio Velázquez, esse, prossegue a preparação para a sua estreia no comando técnico dos sadinos e, para já, tem motivos para sorrir. O plantel, após as recuperações de Ghilas e Bruno Pires, está todo à disposição. A única contrariedade, para já, prende-se com a ausência do guarda-redes Makaridze que se encontra concentrado na seleção da Geórgia e apenas amanhã será reintegrado.

Ler Mais
Comentários (5)

Últimas Notícias