Mad Max versão Rage 2

Jogos 19:17
Por Redação

Sete anos depois do primeiro jogo desta «franchise», o estúdio Avalanche em parceria com a Id Software criou o Rage 2, que é um «first person shooter» num «open world» baseado na loucura pós-apocalíptica do bem conhecido universo do Mad Max, que está disponível na Playstation 4, Xbox e PC.

 

Embora este seja o segundo capítulo, o «gamer» não precisa de ter jogado o primeiro para rapidamente entrar, isto porque o jogo começa por explicar o que aconteceu, como a terra foi destruída, que um general quer impor as suas ideias e quem não as aceita é erradicado.

 

O jogador vai encarnar o papel de jovem «ranger», com a possibilidade de escolher entre um homem e uma mulher, e a história começa com a nossa base a ser totalmente devastada pelo inimigo. O «gamer» rouba a armadura especial de um ranger, que foi trucidado por um inimigo, e tentamos fazer frente sem sucesso.

 

Os objetivos do jogo são muito simples, porque essencialmente é apenas necessário eliminar tudo que aparece à frente e seguir para a próxima missão. A forma como matamos vai mudando e evoluindo com o passar do tempo.

 

O jogo é enorme, especialmente se o jogador quiser fazer muitas das missões secundárias para desbloquear mais armas e veículos.

 

 

Como seria de esperar, o gamer começa com a básica pistola e a seguir uma metralhadora, mas rapidamente irá apanhar armas mais poderosas e com um poder secundário, com especial destaque o «shotgun» para aqueles que gostam de enfrentar o adversário cara a cara e arrasar o inimigo, que quando morre deixa cair energia crucial para o jogador.

 

O fato que ranger veste tem poderes especial que são cruciais para o sucesso no jogo e para diversão, esses poderes vão sendo desbloqueados ao invadirmos determinados campos, onde depois de matar tudo o que vive é preciso encontrar os locais onde vamos evoluir a armadura.

 

Esses poderes são fulcrais para ajudar a superar os obstáculos, porque podemos desde projetar os inimigos para longe, duplo salto e atacar por cima ou saltar e dar um murro no chão que atinge tudo até uma certa distância.

 

Depois, é possível evoluir tudo o que temos e são dezenas e dezenas de evoluções nas armas, nas personagens, no carro, nos acessórios. Tudo isto combinado irá permitir que o jogador enfrente o adversário de múltiplos modos e cada gamer pode adaptar o ranger ao seu estilo de jogo.

 

Para além disto tudo, existe ainda o «Overdrive», que permite, por momentos, aumentar todas as capacidades do jogador.

 

No espírito de Mad Max, o jogador tem um carro, blindado e armado, que serve de meio de transporte pelo mapa, para atacar tudo o que mexe e entre outras coisas comboios de carros, onde um camião é protegido por diversos carros e nós temos de tentar destruir todos para depois ter acesso aos importantes «upgrades» que eles escondem.

 

Também é possível roubar veículos que encontramos em bases, em estradas e acelerar pelas devastadas estradas.

 

Rage 2 oferece ao «gamer» horas e mais horas de missões, sem ter de pensar muito, de divertimento seja de carro ou a pé por mundo com inimigos loucos e onde parar é morrer.

 

 

 

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais

Últimas Notícias