«Diretor nacional da Investigação da GNR arguido no caso Tancos» - Jornal de Notícias

Revista de Imprensa 13-07-2019 10:44
Por Redação

«O coronel Amândio Marques, diretor nacional da Investigação Criminal da GNR, é o mais recente arguido do processo relacionado com o furto e posterior recuperação das armas do quartel de Tancos. O oficial da Guarda, que foi obrigado por um juiz a suspender funções, terá tido conhecimento do conluio entre o Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Loulé e a Polícia Judiciária Militar (PJM) que culminou na recuperação encenada do arsenal. Mas não denunciou o plano. É o 24.º arguido do processo», refere o Jornal de Notícias. 

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais

Últimas Notícias