Agentes em protesto silencioso no Dia da Polícia

País 12-07-2019 14:06
Por Redação

Centenas de polícias do Movimento Zero manifestaram-se em silêncio, esta sexta-feira, durante a cerimónia de celebração do Dia da Polícia, em Lisboa, que assinala o 152.º aniversário da Polícia de Segurança Pública (PSP).

 

O grupo de protesto nasceu após a condenação pelo Tribunal de Sintra, a 20 de maio, de oito polícias por agressões a seis jovens do bairro da Cova da Moura, na Amadora, em 2015.

 

Esta sexta-feira, agentes da PSP e da GNR, ouviram o discurso do diretor nacional da PSP, Luís Farinha, na Praça do Império, em Belém, de costas voltadas para a cerimónia vestindo t-shirts brancas. O grupo abandonou o local das comemorações quando o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, começou a falar. 

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais

Últimas Notícias