Europeus acreditam no fim da UE até 2040

União Europeia 17:57
Por Redação

Segundo um estudo realizado em 14 Estados-membros, a maioria dos cidadãos europeus acredita que a desintegração da União Europeia é uma «possibilidade realista» nos próximos 10 a 20 anos, apesar do apoio ao bloco comunitário registar atualmente níveis recordes.

 

A poucos dias das eleições europeia, um estudo desenvolvido pela YouGov do Conselho Europeu de Realções Exterioress, e que não inclui Portugal, mostra qeue metade ou mais de metade dos cidadãos  Eslováquia (66%), França (58%), Roménia (58%), Polónia (58%), Itália (58%), Grécia (57%), República Checa (56%), Hungria (53%), Holanda (52%), Alemanha (51%) e Áustria (50%) acredita que o fim da UE poderá acontecer até 2040.

 

No entanto, dos 14 países analisados, só na Suécia (44%), na Dinamarca (42%) e em Espanha (40%) é que a hipótese de a desintegração do projeto europeu ser uma realidade a longo prazo regista níveis inferiores aos 50 por cento.

 

O estudo, publicado quarta-feira à noite por um conjunto de jornais internacionais como o britânico The Guardian ou o italiano La Stampa, mostra também que, quase sete décadas depois da criação da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço (CECA), a origem de todo o caminho da integração europeia, três em cada 10 cidadãos europeus inquiridos pensam que um conflito entre os países da UE é também uma «possibilidade realista».

 

O estudo, cujo trabalho de campo decorreu em março passado, também mostra que os europeus estão igualmente preocupados com a falta de prosperidade. No total dos 14 países, menos de um terço dos inquiridos chega ao fim do mês com dinheiro para gastar em bens não essenciais. 

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais

Últimas Notícias