«Bronca no exército em negócio de 20 milhões» - Correio da Manhã

Revista de Imprensa 11-02-2019 07:34
Por Redação

«O concurso para modernizar e equipar os militares do Exército com sensores, monóculos térmicos e de localização de alvos, lanternas e miras laser, entre outro tipo de material, está sob suspeita, com um dos concorrentes a ameaçar processar o Exército. A empresa NTG diz-se prejudicada, tendo sido a única a apresentar as declarações bancárias exigidas para o concurso de 20 milhões, que depois foi revogado. (...) Numa nova fase do concurso, das 12 empresas que se candidataram, o Exército afastou seis e decidiu manter, para além da NTG, outras cinco, que continuam sem preencher os requisitos», conta o Correio da Manhã.

Ler Mais

Últimas Notícias