Filho de ex-presidente da Guiné-Conacri escravizou jovem durante 16 anos

Estados Unidos 11-01-2019 10:29
Por Redação

Um tribunal norte-americano considerou Mohamed Toure e a mulher culpado de escravizar uma jovem durante 16 anos.

 

Mohamed Toure, filho do primeiro presidente da Guiné-Conacri (1958-1984), e a sua mulher Denise Cros-Toure, enfrentam até 20 anos de prisão, mas a sentença não foi para já definida.

 

O casal, que vivia em Southlake, Texas, foi acusado de trazer a jovem, então com cinco anos, da sua aldeia rural na Guiné-Conacri em 2000 e de a forçar a executar trabalhos forçados domésticos sem remuneração durante anos.

Ler Mais

Últimas Notícias