Robertson na tacada de saída do UK Championship dia 26

Snooker 19-11-2019 15:35
Por António Barroso

O australiano Neil Robertson, , quarto da hierarquia (e campeão mundial em 2010), frente ao maltês Alex Borg (14.30 horas), e o escocês John Higgins, de 44 anos, quinto da tabela (e tetracampeão mundial, em 1998, 2007, 2009 e 2011), diante do inglês Peter Lines (19.30 horas) são os dois primeiros grandes favoritos a entrar em ação logo no primeiro dos três dias em que se irá jogar a 1.ª ronda do UK Championship, prova ‘major’ da época 2019/2020 da World Snooker, que se inicia no dia 26 do corrente mês, terça-feira, e vai decorrer até 8 de dezembro, no Barbican Centre, em York (Inglaterra).

 

Caso vença, Higgins defrontará o vencedor do embate entre o chinês Lu Ning e o inglês Joe O’Connor na 2.ª ronda, enquanto Neil Robertson, num cenário de vitória, já sabe que defrontará na eliminatória seguinte o vencedor do duelo entre o inglês Robbie Williams e o chinês Luo Honghao.

 

A 1.ª ronda arrasta-se de 26 a 28 do corrente mês, e no segundo dia de prova em York, quarta-feira, dia 27, é a vez de se estrear na primeira prova da Tripla Coroa (com o Masters e o Mundial) da época o inglês Mark Selby, sexto da hierarquia (e tricampeão mundial, em 2014, 2016 e 2017), ante o compatriota Andy Hicks.

 

Na sessão noturna (19.30 horas) de quarta-feira, dia 27, na 1.ª ronda o galês Mark Williams terceiro do ‘ranking (e tricampeão mundial, em 2000, 2003 e 2018) mede forças com Fraser Patrick.

 

Em caso de triunfo, a Williams espera-o ou o compatriota galês Michael White, ou o irlandês Fergal O’Brien, enquanto Selby já sabe que o sorteio lhe reserva, na 2.ª ronda, o vencedor do embate entre Liam Highfield e Mike Dunn.

 

O último dia da primeira ronda, quinta-feira, 28 do corrente mês, traz a estreia em York de mais três grandes candidatos à vitória. A começar pelo campeão mundial e número um da hierarquia, o inglês Judd Trump, de 30 anos, que defronta o campeão africano, o marroquino, Amine Amiri, às 14.30 horas. Mesmo horário em que Shaun Murphy, oitavo da hierarquia, defrontará Eden Sharav.

 

A sessão noturna de quinta-feira, dia 28 do corrente mês, traz à ação em York o detentor do título conquistado em 2018 (10-6 a Mark Allen na final) e recordista de triunfos no torneio, com sete vitórias desde 1993: o inglês Ronnie O’Sullivan, de 43 anos (completa 44 no próximo dia 5 de dezembro do corrente ano, durante a prova), segundo da hierarquia e pentacampeão mundial (2001, 2004, 2008, 2012 e 2013), diante do amador irlandês Ross Bullman.

 

Também às 19.30 horas de quinta-feira, o finalista vencido da anterior edição, Mark Allen, sétimo da hierarquia, defrontará o inglês Jimmy White.

 

Em cenário de vitória, Judd Trump joga na 2.ª ronda ou com o chinês Mei Xi Wen, ou com o irlandês Ken Doherty, enquanto Shaun Murphy medirá forças com o chinês Zhang Anda ou Daniel Wells. Já o ‘Rocket’ enfrenta, caso vença na 1.ª ronda, ou o chinês Tian Pengfei, ou Sam Craigie nos 32avos de final. Mark Allen sabe que, na curva seguinte do perscurso esperam-no ou o inglês Andrew Higginson, ou o galês Jak Jones.

 

Referência especial para Portugal: o brasileiro Igor Figueiredo defronta o chinês Yan Bingtao na quinta-feira, dia 28 (9.30 horas), em que o suíço lusodescendente Alexander Ursenbacher, depois de ter chegado aos quartos de final do Open da Irl. Norte, medirá forças já esta terça-feira, dia 26, ante o chinês Zhao Xintong (14.30 horas).

 

Refira-se que o sorteio, efetuado na tarde de segunda-feira, dia 18, pela World Snooker, propicia, pelo acasalamento dos magos do taco pelo quadro após o sorteio, uns quartos de final possíveis Ronnie O’Sullivan-Shaun Murphy, John Higgins-Neil Robertson, Mark Williams-Mark Selby e Mark Allen-Judd Trump.

 

Os jogos são à melhor de 11 ‘frames’ e até um ganhar seis (de 6-0 a possíveis 6-5) até às meias-finais, inclusive, e a final do UK Championship será jogada à melhor de 19 parciais: é campeão o primeiro a vencer dez deles (de 10-0 a possíveis 10-9).

 

A prova distribui 1,009 milhões de libras (1,177 milhões de euros) em prémios, das quais 200 mil libras (€233.288) ao campeão, e tem transmissão para Portugal (EuroSport), mas só a partir da 2.ª ronda e de sábado, dia 30 do corrente mês.

 

Ronnie de novo face a Dominic Dale no Open da Escócia

 

A World Snooker efetuou entretanto, já durante esta terça-feira, o sorteio da prova seguinte da época 2019/2020, e última do corrente ano civil: o Open da Escócia, terceira das quatro provas Home Nations Series, e que irá decorrer em Glasgow de 9 a 15 de dezembro.

 

Dos principais favoritos, importa reter que o norte-irlandês Mark Allen enfrentará na 1.ª ronda o inglês Andy Hicks, o inglês Kyren Wilson medirá forças com o iraniano Hossein Vafaei, o escocês John Higgins defrontará Jamie O’Neill, o australiano Neil Robertson medirá forças com o irlandês Ken Doherty.

 

Já Ronnie O’Sullivan enfrenta na ronda inaugural novamente o galês Dominic Dale, que eliminou o ‘Rocket’ logo à 1.ª ronda do World Open (3-5) a 28 de outubro do corrente ano, em Yushan (China), enquanto o compatriota inglês Mark Selby medirá forças com o carrasco de Neil Robertson no Open da Irlanda do Norte, Mark Joyce. Coincidêndia: O'Sullivan pode, num só torneio, desforrar-se de dois dos profissionais que lhe impuseram das mais surpreendentes derrotas, pois caso vença, poderá enfrentar, na 2.ª ronda, o compatriota James Cahill, que o bateu nos 16avos do último Mundial (8-10), em abril... e que nesta prova irá defrontar, na 1.ª ronda, o tailandês 'Sunny' Akani Songsermsawad.

 

O inglês Shaun Murphy defrontará o galês Daniel Wells, enquanto a fava do bolo saiu de novo ao campeão amador africano, o marroquino Amine Amiri, que, tal como irá acontecer no torneio anterior, o UK Championship, em York, enfrenta segunda vez em dois torneios seguidos o campeão mundial e líder da hierarquia, Judd Trump.

 

O acasalamento do sorteio para o Scottish Open, que distribuirá 405 mil libras (473.804 euros) de prémios, das quais 70 mil libras (81.892 euros) ao campeão, e irá decorrer de 9 a 15 de dezembro em Glasgow, pontuável para o ‘ranking’, permite uns quartos de final Mark Allen-Kyren Wilson, John Higgins-Neil Robertson, Ronnie O’Sullivan-Mark Selby e Shaun Murphy-Judd Trump. A palavra a todos os restantes profissionais… para o impedir.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias