Fátima Habib recebe equipamento e já pode jogar de acordo com regras da FPB

Basquetebol 18-11-2019 00:02
Por Redação

Fátima Habib, de 13 anos, é basquetebolista, joga no Clube de Basquetebol de Tavira, recentemente tornou-se tópico de discussão nas redes sociais, depois de ter sido impedida de jogar numa partida com o Imortal de Albufeira, visto que segundo os árbitros a sua indumentária não estava de acordo com as regras da Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB).

 

O que motivou esta decisão? Foram as mangas da camisola que estavam por baixo do equipamento e que iam contra os regulamentos designados pela FPB. 

 

Fátima, de origem paquistanesa, é muçulmana e portanto à imagem do que já acontece com outras atletas nas mais diversas modalidades segue os preceitos religiosos referentes à sua crença. 

 

Este domingo, a FPB já arranjou novo equipamento ajustado à basquetebolista, a jovem atleta jogou frente à Associação Cultural e Desportiva de Ferragudo num encontro do campeonato regional feminino de sub-16, porém ainda sem o novo equipamento. 

 

Com o cabelo, pernas e braços tapados por uma licra, Fátima pôde atuar novamente, mas não ajudou a impedir a derrota do Clube de Basquetebol de Tavira. 

 

O Diretor de Competições da Federação Portuguesa de Basquetebol, José Pinto Alberto, presenteou a atleta com os acessórios necessários para que a basquetebolista possa jogar dentro das regras e normas da Federação.

 

José Pinto Alberto disse ainda que: «A Federação Portuguesa de Basquetebol não faz qualquer discriminação, segue as regras da Federação Internacional de Basquetebol, que são inclusivas e permitem a prática da modalidade por crentes de várias religiões», finalizou. 
 

 

 

 

 

Ler Mais
Comentários (15)

Últimas Notícias