Anri Egutidze terá pago 18 a 20 mil euros para sair do Sporting

Judo 08-10-2019 08:51
Por Miguel Candeias

Enquanto Anri Egutidze combatia para o bronze em -81 quilos no Grand Slam de Brasília, o Sporting colocava online um comunicado oficializando a desvinculação do atleta ao clube que representava desde os cadetes.

 

Em conflito com o treinador Pedro Soares, desde maio que o atleta não se treinava nos leões, nem alinhara no Nacional de equipas. Mas continuava inscrito pelos leões e estes, dispostos a libertá-lo - só assim é possível a inscrição por outro clube -, exigiam, porém, serem ressarcidos do total da indemnização a que tinham direito: €12,5 mil pela formação (normas de FPJ), e uma outra quantia por haver contrato até 2020.

 

Egutidze terá assim pago entre 18 a 20 mil euros ao clube de Alvalade e, já com  a carta de desvinculação do Sporting entregue na federação, ingressou nas águias. Razão pela qual em Brasília pôde ser orientado pelo treinador Jorge Gonçalves, em vez da selecionadora Ana Hormigo, já depois de recusar que Soares, selecionador masculino, o fizesse no Circuito Mundial.

 

No Mundial de Tóquio foi ainda Anri a estar no centro do conflito entre federação e Go Tsunoda, o ex-treinador de Telma Monteiro, levando a corte de relações entre a FPJ e o japonês.

Ler Mais
Comentários (19)

Últimas Notícias