Maior Seleção de sempre no Mundial

Judo 13-08-2019 08:44
Por Miguel Candeias

Maria Siderot, 26.ª do ranking mundial nos -48 kg, é a grande baixa de última hora na Seleção Nacional de judo para o Campeonato do Mundo Tóquio-2020 que começa a 25 de agosto e cuja formação, a maior de sempre de Portugal, será apresentada esta manhã no Pavilhão Multiúsos de Odivelas, depois de ontem ter começado o estágio em Lisboa. Ainda que, no lugar da internacional do Sporting, vá surgir Joana Diogo, de -52 kg.


Mas estas não são as únicas novidades. A equipa estabelecida há duas semanas, após o Grand Prix de Zagreb, cresceu de 16 para 18 atletas face às convocatórias de Wilsa Gomes (-57 kg) e Miguel Pisco (-60 kg), atletas que também integraram a concentração que decorreu em Coimbra até sexta-feira. Altura em que foi decidido que Siderot, de 23 anos, não irá ao Japão por não ter recuperado da lesão num cotovelo que a tem impedido de se treinar sem limitações.


Se para Joana Diogo não será uma estreia, é o terceiro Mundial da carreira ainda que os outros tenham sido nos -48 kg, o mesmo já não se passará com Wilsa e Pisco. Este junta-se, assim, ao benfiquista Rodrigo Lopes nos -60 kg, o qual havia sido chamado à equipa depois de ter chegado ao terceiro combate na Croácia.  


Nove judocas por sexo, num limite de dois em cada uma das sete categorias, é o máximo que cada um dos 152 países pode apresentar no renovado Nippon Budokan. Pavilhão com capacidade para 14.471 espectadores que será palco da modalidade, assim como do estreante karaté, nos Jogos de Tóquio. O recinto já acolheu o judo nos Jogos Olímpicos de 1964.    


Na equipa, onde há cinco estreantes por Portugal, destaque para Jorge Fonseca (-100 kg), que ao ser 8.º do ranking surge como cabeça de série. Catarina Costa (-48 kg) é a melhor lusa do ranking (11.ª), enquanto Joana Ramos (-52 kg) e Telma Monteiro (-57 kg) participam pela 12.ª e 11.ª vezes, respetivamente. Telma (quatro pratas e um bronze) conquistou as últimas cinco das nove medalhas lusas em Mundiais.
 

Eis os convocados: 

 

Femininos
-48 kg:    Catarina Costa    (Académica Coimbra)
-52 kg:    Joana Diogo    (JC Coimbra)
-52 kg:   Joana Ramos    (Sporting)
-57 kg:    Telma Monteiro    (Benfica)
-57 kg:    Wilsa Gomes    (Sporting)
-70 kg:    Bárbara Timo    (Benfica)
-78 kg:    Patrícia Sampaio    (Gualdim Pais)
-78 kg:    Yahima Ramirez    (Rio Maior)
+78 kg:    Rochele Nunes    (Benfica)


Masculinos
-60 kg:    Miguel Pisco    (EJ Nuno Delgado)
-60 kg:    Rodrigo Lopes     (Benfica)
-66 kg:    João Crisóstomo    (Universidade Lusófona)
-66 kg:    Sergiu Oleinic    (Sporting)
-73 kg:    Jorge Fernandes    (JC Coimbra)
-73 kg:    Nuno Saraiva    (Sporting)
-81 kg:    Anri Egutidze    (Sporting)
-81 kg:    Carlos Luz    (JC São Jorge)
-100 kg:    Jorge Fonseca     (Sporting)

Selecionadores
Ana Hormigo, Pedro Soares,
Go Tsunoda e João Neto
 

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias