Open da Austrália nega pedido de Djokovic sobre alívio de quarentenas

Ténis 18-01-2021 08:12
Por Redação

Autoridades australianas comentaram o pedido de Novak Djokovic para que as regras da quarentena fossem flexibilizadas em relação ao Open de ténis. 

 

Os pedidos do sérvio, número um do mundo, incluiam sugestões para facilitar a preparação dos tenistas em isolamento: Material de fitness e de treino em todos os quartos; comida de acordo com o nível do torneio e com a alimentação de um atleta de elite; redução dos dias de isolamento para os tenistas isolados, com a realização de mais testes que confirmem que estão todos negativos, entre outros.

 

No entanto, as sugestões dirigidas ao torneio não foram acolhidas pelas autoridades locais.

 

«As pessoas são livres de apresentar uma lista de exigências, mas a resposta é não. As regras foram claramente definidas com antecedência», disse diretamente o responsável do estado de Victoria, Daniel Andrews, numa conferência de imprensa em Melbourne.

 

O sérvio de 33 anos que, tal como alguns jogadores de elite como Rafael Nadal, encontre-se na cidade de Adelaide a cumprir confinamento, enquanto a qualificação para o torneio decorreu fora do território, no Catar.

 

«Não há tratamento especial para ninguém», reforçou Andrews.

 

Um total de 72 jogadores foram forçados a ficar confinados aos seus quartos de hotel em Melbourne. Todos os jogadores que viajaram para participar no Open da Austrália estão obrigados a fazer quarentena, embora possam treinar, com supervisão.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias