Paulo Sousa em rutura com jogador do Flamengo

BRASIL 20-05-22 10:48
Por Redação

A vitória (3-0) do Flamengo sobre os chilenos da Universidad Católica, a contar para o Grupo H DA fase de grupos da Taça Libertadores (quinta jornada), não foi suficiente para que Paulo Sousa tivesse dias mais tranquilos no clube do Rio de Janeiro.

De acordo com o GloboEsporte, as declarações do treinador português sobre o estado físico do guarda-redes Diego Alves, após o triunfo na competição sul-americana, pioraram a relação já distante entre técnico e guardião, que se terá sentido revoltado pela dúvida que o treinador português colocou sobre a gravidade da sua lesão, no caso uma pubalgia.

«Se vocês verificarem o que são dores na púbis e o tempo que leva a recuperação, não se resolve de um dia para outro.... Ou então foi devido a uma reunião que teve com Bruno Spindel (diretor-executivo do Flamengo) à hora de almoço… Nesta, sei, disse rapidamente que recuperou e mostrou-se disponível para jogar», disse o técnico sobre o facto de o guarda-redes estar afastado dos relvados desde dia 8 e, de repente, se ter colocado à disposição para ser opção para a partida da Libertadores.

Segundo o GloboEsporte, Paulo Sousa é completamente contra o regresso de jogadores lesionados sem um período de treinos e adaptação. E terá sido, por este mesmo motivo, que ele e Diego Alves se distanciaram desde o início da temporada, relação que tarda a chegar a um ponto de entendimento.

Diego Alves defendeu-se e afirmou que se colocou à disposição e sim, que havia dito a um fisioterapeuta estar «melhorzinho» na véspera do jogo com os chilenos.

Paulo Sousa prometeu explicar-se melhor na conferência de imprensa após a partida contra o Goiás, no sábado, no Maracanã, mas tal compromisso não satisfaz Diego Alves.

Todavia, o jogador quer que o treinador faça uma retratação pública antes do jogo.

Uma curiosidade: Diego Alves publicou na rede social Instagram uma fotografia icónica do antigo avançado Adriano, que vestia uma camisola onde se podia ler:

«Que Deus perdoe a essas pessoas ruins».