Emoção, prolongamento... e águia sorriu no final

HÓQUEI EM PATINS 18-05-22 11:21
Por Rafael Batista Reis

No primeiro jogo de uma eliminatória de quartos de final do 'play-off' que se esperava equilibrada entre Benfica e Valongo, bastou aguardar 43 segundos para Lucas Ordóñez abrir o marcador para as águias perante um adversário que não se entregou.

Aos 7 minutos os nortenhos igualaram por Facundo Navarro e, após duas boas situações desperdiçadas, aos 18 Pablo Álvarez devolveu ao Benfica uma vantagem que se manteve até ao intervalo e foi aumentada logo no reinício.

Com um fortíssimo remate, Diogo Rafael impôs o 3-1, mas o Valongo manteve-se na luta e em minuto e meio restabeleceu a igualdade com um bis de Diogo Abreu, obrigando a águia a voltar à carga para recuperar a vantagem sem, contudo, evitar o prolongamento.

No tempo extra, os visitantes mantiveram o nível elevado e chegaram a uma posição de vantagem com mais um golo de Navarro, mas nos três minutos finais Carlos Nicolía chamou a si a responsabilidade e virou o resultado.

O experiente argentino bisou num último esforço e assim garantiu um suado mas muito importante triunfo para os encarnados, que se adiantam na eliminatória e podem apurar-se para as meias-finais caso voltem a vencer no segundo jogo.