«Ricardo Soares já teve algumas propostas, mas nenhuma capaz de levá-lo a pedir para sair» (fotos)

GIL VICENTE 13-05-22 11:45
Por Rui Amorim

O Gil Vicente foi recebido, esta sexta-feira, na Câmara Municipal de Barcelos. Uma receção para assinalar o inédito apuramento do conjunto gilista para as provas europeias, sendo que vai disputar a Liga Conferência na próxima época.

«Só atingimos objetivos dessa forma. Esta campanha foi brilhante, mas não nos dá mais do que isso: mediatismo, sim, mas pontos para a próxima temporada, zero! As dificuldades vão ser imensas, como sempre, mas acreditamos muito no nosso trabalho», defendeu o presidente Francisco Dias da Silva, em declarações à margem da cerimónia.

O sucesso tem preço… e o balneário uma série de pretendentes. Samuel Lino já foi vendido ao Atlético Madrid e haverá mais desejados noutras paragens, mas fica desde logo afastada a ideia de uma revolução no plantel. Palavra de Francisco Dias da Silva.

«A rentabilidade financeira é importante, mas há coisas mais importantes. Como, em janeiro, não ter deixado sair ninguém. Resisti com dificuldade e vou resistir agora ao máximo. Não garanto que não vá sair um ou outro atleta, mas é a nossa vida. E tem corrido bem porque temos tido alguma competência e bastante sorte com os que chegam», anotou.

Ideia que também se aplica ao treinador, que «já teve algumas propostas, mas nenhuma delas capaz de levá-lo a pedir para sair». O contrato «é válido por mais um ano», o que no futebol, «infelizmente», não é garantia de nada. As palavras do técnico «não preparam a saída», mas pertencem a quem «tem noção de que neste meio não se sabe o dia de amanhã». E, se tiver de mudar, «o Gil Vicente não vai acabar».

Veja as imagens da receção (fotos de Víctor Garcez/ASF)