Ex-ciclista suspenso por doping

CICLISMO 13-05-22 4:48
Por Redação

Danilo Hondo, ex-ciclista alemão, de 48 anos, foi, esta sexta-feira, suspenso por cinco anos e meio pela justiça suíça, devido a doping, ocorrência inserida no caso Aderlass, depois de admitido ter-se dopado em maio de 2019, declaração confirmada num tribunal de Munique.

A suspensão ao ex-ciclista - iniciou a carreira em 1999 e retirou-se em 2014, tendo, como pontos altos, a vitória na Volta à Alemanha em 2002 e triunfos em duas etapas na Volta a Itália de 2001 - segue-se a uma primeira emitida em 2019, com a confissão do alemão a reduzir a pena de oito anos para cinco e meio, isto de acordo com o Comité Olímpico Suíço.

Recorde-se que o caso Aderlass, conhecido em 2019, trata-se de uma rede criada pelo médico Mark Schmidt, envolveu um total de 21 atletas, não só no ciclismo, mas no qual o rosto mais conhecido foi o do italiano Alessandro Petacchi.