Maniche deixa canal e critica falta de liberdade de expressão

MEDIA 16-03-22 5:0
Por Redação

O antigo internacional português Maniche anunciou, através da rede social Instagram, que decidiu abandonar o cargo de comentador no Canal 11, com acusação grave sobre o apresentador do programa ‘Futebol Total’ (e diretor da estação) Pedro Sousa.A decisão surge após discussão entre ambos, em direto, na noite desta quarta-feira, numa análise ao jogo entre Ajax e Benfica, tendo como assunto específico a substituição de Taarabt por Meite.«Ao contrário de outros, e como ex-jogador, primei sempre, antes de qualquer partidarismo clubista, pela defesa do Jogador. O "jogador de futebol" que é sempre a parte da história mais devassada, a que mais sofre pela crítica, tantas vezes desumanizada, nunca desculpabilizada. Não critico jogadores, não os desumanizo. O que se nos solicita, é uma opinião. Tenho direito à minha. Assim, não podia agir com passividade perante a atitude Machartista de um pivô, travestido de analisador purista, que atua como "lápis azul", vergonhoso símbolo da censura e da ditadura portuguesa, onde os cortes têm por objetivo impedir e limitar as tentativas daquilo que este pivô considera subversão», apontou Maniche na publicação feita no Instagram. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Maniche (@maniche_official)