FC Porto campeão nacional de carambola

BILHAR 26-09-21 7:8
Por António Barroso

O FC Porto sagrou-se este domingo, dia de eleições autárquicas em Portugal, campeão nacional de bilhar carambola (‘Três Tabelas’) da época 2020/21, ao vencer, na final da prova por equipas, organizada pela Federação Portuguesa de Bilhar que decorreu na Academia de Bilhar do FC Porto, no Estádio do Dragão (Porto) o Clube de Bilhar de Évora (Clu. B.E.), por 4-0.

O sueco Torbjorn Blomdahl bateu Fernando Silva por 40-10 (22 entradas), o espanhol Dani Sanchez superiorizou-se também a Alexandre Vitorino por 40-24 (24 entradas), Rui Manuel Costa levou a melhor sobre Luís Santos por 40-10 (20 entradas) e José Miguel Soares ganhou a José Baião por 40-16 (em 24 entradas, ou visitas à mesa para somar carambolas), para o FC Porto repisar a sua supremacia no bilhar.

Equipa com 13 campeões

Na ‘Final Four’, a equipa dos dragões, liderada por Alípio Jorge e que ao longo das várias fases da temporada integrou 13 atletas – o holandês Dick Jaspers, o sueco Thorbjorn Blomdahl, o espanhol Dani Sanchez, o sul-coreano Cho Woo e, além de Alípio Jorge, os portugueses Rui Manuel Costa, João Ferreira, Jorge Costa, Manuel Santos Oliveira, Manuel de Sousa, José Miguel Soares, Hugo Costa e Fernando Cunha – teve primeiro, e nas meias-finais, de superar os conimbricenses do Centro Norton de Matos/Mónaco/SI/FBSM, por 3,5-0,5.

Umas ‘meias’ que começaram com o sueco Thorbjorn Blomdahl a vencer, pelo Centro Norton de Matos, o turco Murat Tuzul, por 40-26, em 25 entradas.

A vantagem portista aumentou para 2-0 com o catalão Dani Sanchez a suplantar Paulo Andrade por 40-17 (24 entradas), e a vitória virtual dos azuis e brancos selada com o triunfo do campeão nacional 2020/21, Rui Manuel Costa, pelos dragões, sobre Mário Aranha, por 40-12, em 12 entradas. O meio ponto do Centro Norton de Matos coube a Josep Mas, graças ao empate (40-40, em 28 entradas) com o portista José Miguel Soares.

Na outra meia-final, o Clu.B.E. levara a melhor ante o Leça: apesar do empate 2-2 ao cabo dos quatro jogos, mais carambolas no total selaram a passagem dos alentejanos à final.

Pontuaram para os eborenses na ‘meia’ Luís Santos – venceu José Escudeiro por 40-31 (em 45 entradas) – e Alexandre Vitorino, que suplantou Vítor Fernandes por 40-23 (em 48 entradas). Pelos leceiros, Aníbal Silva (40-39 ante Manuel Prates, em 50 entradas) e Jozef Philipoom (40-26, em 22 entradas, ante Fernando Silva) venceram os seus encontros.

Refira-se que na Fase Intermédia – de apuramento para a ‘Final Four’, o FC Porto tinha vencido a sua série e vincado supremacia total, com vitórias sobre o Leça (4-0), os Dragões de Lisboa (4-0) e o CBA/Rebuçados Dr. Bayard também sem ceder um único parcial (4-0).

2.ª divisão: Dragon Force campeã, Dragões de Setúbal vice-campeões

A dar o tom azul e branco dos Campeonatos Nacionais de carambola, depois de mais um título nacional do FC Porto no bilhar, a vitória da equipa da Dragon Force no Campeonato Nacional da 2.ª divisão 2020/21, após uma ‘Final Four’ final em que as equipas afetas aos portistas dominaram: os Dragões de Lisboa arrecadaram o título de vice-campeões do segundo escalão, à frente do Leixões SC/Honra Informática, terceiro classificado, e do Ginásio do Sul (Almada), quarto colocado.

A Dragon Force começou por vencer o Ginásio do Sul, na 1.ª das três jornadas da prova, por 3-1: Tiago Mendes bateu Nélson Sousa por 30-13 (45 entradas), Luís Pinto venceu José Pereira por 30-22 (39 entradas) e Gonçalo Santos ganhou por 30-26, em 42 entradas, a António Horta. Ponto de honra dos almadenses para Alberto Gonçalves, que triunfou ante Alfredo Machado, por 30-26 (45 entradas).

Na segunda jornada, o único empate (2-2) cedido pela Dragon Force na face decisiva, diante dos leixonenses. Para os novos campeões nacionais da 2.ª divisão, pontuaram Gonçalo Santos – venceu Manuel Branquinho por 30-20 (20 entradas) – e Alfredo Machado, que bateu Miguel Silva por 30-26 (44 entradas).

Pelos leixonenses, João Pinto levou a melhor sobre Joaquim Mendes por 29-25 (no máximo possível 50 entradas, por isso não chegaram a 30 carambolas) e António Lourenço ganhou a Vítor Pinto por 30-12 (em 35 entradas).

Na 3.ª e última jornada, a Dragon Force venceu os Dragões de Setúbal por 3-1 graças a vitórias de Luís Pinto sobre José Gabadinho (30-18, em 38 entradas), de Gonçalo Santos ante João Rosa (30-21, em 42 entradas) e de Vítor Pinto diante de Óscar Botelho (30-21, 41 entradas). Coube a Joaquim Gamboa o único triunfo dos setubalenses, por 30-14 (em 30 entradas) ante Joaquim Mendes, mas não impediu o título para a equipa portuense, num duelo, recorde-se entre duas formações afetas… ao FC Porto.

Europeus de Snooker começam sábado nos Salgados

Para os amantes do bilhar e suas variantes nacionais, seguem-se a partir de sábado, dia 2 de outubro - e até dia 17 do próximo mês -, no Hotel Vidamar, nos Salgados (Albufeira, Algarve), os Campeonatos Europeus de Snooker, organizados pela European Billiards and Snooker Association (EBSA) em conjunto com a Federação Portuguesa de Bilhar.

Do sul, e das 17 mesas e jogos ‘non stop’ em simultâneo durante 16 dias, vão sair nove novos campeões europeus 2021: absoluto, feminina, sub-18, sub-21, da variante de ‘Seis Vermelhas’, de Seniores (mais de 40 anos), por Equipas, por Equipas Femininas e por Equipas Seniores. Portugal apresenta contingente de 11 atletas nas provas de sub-18, sub-21, absolutos, seniores, por Equipas e Equipas Seniores.