Ex-presidente do Corinthians atira-se a Vieira: «Pensava que era presidente do Barcelona ou do Real Madrid»

BENFICA 22-09-21 12:19
Por Redação

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians durante as negociações com o Benfica para a transferência de Pedrinho, recordou os atritos com o ex-líder dos encarnados, Luís Filipe Vieira.

«Eu estava errado? Eu estou aqui, ele está preso. Já tive problemas com ele na venda do Elias. Tratou-me mal, desprezou o Corinthians. Estava lá com o Jorge Mendes e teve esse atrito», recordou em entrevista ao podcast Inteligência Ltda.

E acrescentou: «Vendemos o Pedrinho por 20 milhões e depois tínhamos de comprar o Yony (González) por três milhões, ao fim de seis jogos. Ele fez quatro jogos, depois veio a pandemia... o que é que fazíamos? Ele ficou louco, eu fiquei louco e veio aquela briga. Depois fizemos o acordo para o pagamento de 18 milhões de euros. Verdade seja dita: não houve nenhum pagamento atrasado.»

A postura de Vieira não agradou ao ex-líder do Timão: «Europeu já é europeu, imagina o português. Estou a falar do futebol. Eles pensam que são superiores, mas o Benfica é um "timinho" ao pé de muitos clubes brasileiros. E ele pensava que era o presidente do Barcelona ou do Real Madrid.»