Ainda a interrupção do Brasil-Argentina: ««Quiseram fazer de nós parvos»

ARGENTINA 15-09-21 8:16
Por Redação

Em entrevista ao canal ESPN Argentina, Ángel Di María, extremo do Paris Saint-Germain, mostrou-se extremamente desagradado pela forma como a seleção argentina foi tratada no duelo com o Brasil, de apuramento para o Mundial-2022.

O jogo em São Paulo foi interrompido aos cinco minutos por delegados da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) por alegado incumprimento da quarentena de quatro jogadores da equipa visitante. Di María relembrou o sucedido e deixou a garantia de que a campeã sul-americana seguiu apenas as indicações da Conmebol.

«O presidente disse-nos que podíamos jogar, nós não sabíamos de nada. Estivemos três dias no Brasil, fomos para o estádio, aquecemos e ninguém se insurgiu nem foi ao hotel. Quiseram fazer de nós parvos à frente de todo o mundo. Foi uma vergonha», lamentou o camisola 11 dos parisienses.