Guardiola crítico: «Não é desporto se não importa que percas»

MANCHESTER CITY 20-04-21 2:46
Por Redação

Pep Guardiola, treinador do Manchester City, disse esta terça-feira que não se sente confortável em falar sobre a Superliga europeia, deixando mais esclarecimentos para a adminstração.

O treinador disse ter pouca informação e que só soube que a competição ia ser anunciada no domingo algumas horas antes, mas declarou que é contra competições fechadas.

«É desconfortável por não sabermos, Mas não é desporto quando o sucesso está garantido e não importa se perdes, quando não há relação entre esforço e sucesso. Apoio o meu clube, faço parte do clube, mas também tenho uma opinião e quero ter mais imformação», disse, referindo que ainda nem falou com os jogadores:

«Não falei porque é apenas um comunicado, um embrião, ainda nem respira. Vamos jogar a Liga dos Campeões para a semana e tentar chegar à final; para o ano vamos jogar uma competição europeia porque merecemos, ganhámos esse direito em campo.»

«Penso que agora as coisas devem ser clarificadas para todo o mundo. Por exemplo, porque é esta equpa joga e esta não, porque é que equipas como o Ajax, que tem 4 ou 5 ligas dos Campeões, não está. Esta é a época mais difícil de sempre, mas não sejamos cínicos, todos tomam conta dos seus interesses, mesmo a Premier League e a UEFA», disse, lembrando que, por exemplo, não foi aprovada a medida de cinco substituições por jogo como em vários países da Europa.  

Questionado sobre se era justo ser ele a responder a estas perguntas e não a adminstração, foi mais irónico:

«Tudo bm, sou um bom porta-voz! Falamos seis vezes por semana, falo sobre o vírus, a Covid, o Serviço Nacional de Saúde. Perguntem o que quiseres, que eu vou dizer o que sinto. Agora, sinceramente, não sou a pessoal ideal para responder...»