«Temos valores que não abdicamos, não vamos jogar sujo»

SPORTING 17-10-20 11:37
Por Redação

Visivelmente incomodado com a arbitragem de Luís Godinho, Frederico Varandas esteve no auditório Artur Agostinho para falar com os jornalistas. O presidente do Sporting deixou duras críticas à atuação do árbitro, nomeadamente no penálti sobre Pedro Gonçalves não assinalado e expulsão de Zaidu revertida aos 45+1’.

«Hoje o Sporting está triste porque perdeu dois pontos e o futebol português deve estar triste porque teima em não mudar. Já vi o lance várias vezes e faço uma pergunta. Sabem quando é que este lance era revertido no Dragão ou na Luz? Nunca. O árbitro vê um empurrão nas costas e assinala. O VAR começa a questionar se há intensidade, mas há necessidade? O VAR só deve intervir num erro grosseiro. Eu vi em Tondela o Doumbia ser pisado, o árbitro mostrou vermelho e o VAR chamou e reverteu para amarelo. Em Moreira de Cónegos há um penálti claríssimo [sobre o Coates], o VAR chamou, o árbitro foi ver as imagens e não achou. São estas coisas que acontecem no futebol português, mas sobretudo ao Sporting. O Zaidu tinha que ir para a rua com um vermelho direito por um pisão que o VAR não vê», começou por dizer.

Frederico Varandas visou também os outros grandes.

«Portugal tem tudo para ser um país fantástico, mas infelizmente, para se triunfar com mérito e trabalho é muito difícil, então no futebol ainda mais. Não interessa se a pessoa foi apanhada em escutas, se há processos judiciais… Se tem poder, se ganhou, todos prestam vassalagem. O Sporting dá todo o apoio ao presidente da arbitragem, mas já disse isto três vezes: se os soldados não prestam, encostam. O Sporting tem valores que não abdica enão vamos jogar sujo, mas se tivermos de gritar bem alto, vamos gritar alto. Quero acreditar que com este valor vamos vencer», concluiu.