Thiago Silva recorda a pior experiência de vida. «Podia ter morrido»

FUTEBOL 23-09-20 1:45
Por Redação

Corria o ano de 2005 quando Thiago Silva chegou ao FC Porto proveniente da Juventude (Brasil). Fez 14 jogos pela equipa B dos dragões. Pouco tempo depois, já com tosse e alguns sintomas, rumou ao Dínamo Moscovo onde acabou por ser diagnosticado com tuberculose. Tinha na altura 20 anos.

«Essa foi uma das piores experiências da minha vida. Podia ter morrido, mas graças a Deus superei a doença e hoje posso dizer que saiu vitorioso, tanto a nível pessoal como profissional. O sonho de ser futebolista profissional parecia acabar quando soube da doença que tinha. Agora posso dizer que sou um campeão, no futebol e na vida», afirmou o defesa-central do Chelsea, de 36 anos, em declarações reproduzidas pelo jornal AS.

Na época, o internacional brasileiro esteve mais de seis meses hospitalizado e cerca de um ano sem jogar.

«Tive a força para superar tudo e curar-me. Recordo-me do último dia no hospital, o médico disse-me que precisava de ser operado aos pulmões e não podia voltar a jogar. Mas com a ajuda de um especialista fui melhorando e voltei. Pouco a pouco, com dedicação, consegui voltar a jogar. Foi difícil», reconheceu.