«Taremi pode ir para qualquer um dos três grandes»

RIO AVE 12-07-20 10:47
Por Pedro Cadima

Mehdi Taremi é o homem do momento no Rio Ave. Rendeu 17 golos em 34 jogos, 14 deles no Campeonato, e o seu futuro é alvo de diferentes sondagens. Dos grandes de Portugal, o Sporting foi o único a elevar a sondagem para um patamar negocial - Hugo Viana e André Vilas Boas afloraram algumas condições -, mas oferecendo reduzido fôlego financeiro para fechar a operação, até porque há interessados que podem fazer valer os seus recursos: sopram ventos da Rússia, Itália, Alemanha, no caso o Werder Bremen, e de França, como Nantes e Saint-Étienne.

Taremi é já um goleador incontornável da história dos vila-condenses, podendo tentar ser o maior artilheiro absoluto numa época ao serviço do emblema dos Arcos se superar os 20 golos do guineense N’Habola em 1982/1983. E o acesso à Europa pode fazer crescer a valorização. Apesar de Benfica e FC Porto também terem o jogador debaixo de olho, o empresário do jogador, Alireza Nikoomanesh, procura apressar a sua vinda a Portugal para ultimar a transferência e eliminar alguns ruídos associados à mediação do antigo avançado do Gil Vicente e Trofense, Maciel Neto, que alegadamente não terá legitimidade para discutir o futuro do iraniano, que já pediu serenidade até acabar a época.

«Maciel não é agente do Taremi. Foi alguém que nos ajudou a ligar as coisas com o Rio Ave, numa altura em que eu não podia viajar. Mereceu o nosso respeito e apreço por isso, nada mais», explicou o Nikoomanesh, suspirando pela abertura de fronteiras para definir o negócio.

«São grandes clubes, alguns que já tentaram a contratação em janeiro, de França, da Rússia, da Alemanha, de Portugal. Pode ir para qualquer um dos três grandes. O jogador tem 45 por cento do passe, mas a vontade do Rio Ave tem de ser respeitada», aclarou, rendido à evolução de Taremi: «Ele preferiu jogar cá por Carlos Queiroz, por Carlos Carvalhal. E está satisfeito pela opção que tomou, gostou do nível da Liga, a adaptação foi mais fácil do que pensava. Apreciou o clima e a hospitalidade e já percebeu que Portugal é um grande passo para uma afirmação na Europa. Agora temos de esperar para ver qual será o próximo passo.»

Alireza Nikoomanesh tem na manga outro diamante iraniano. Ali Alipour, 24 anos, é o goleador do Persepolis e pode chegar a Portugal na próxima temporada. O Vitória de Guimarães e o Rio Ave podem vir a discutir esta contratação.

«Vão ouvir falar dele muito em breve. O Taremi é uma referência e muitos iranianos já querem jogar em Portugal», avisou.