Hoeness e o futebol no pós-pandemia: «Não vai haver transferências de €100M»

BAYERN MUNIQUE 25-03-20 9:17
Por Redação

Uli Hoeness, presidente honorário do Bayern Munique, não duvida de que a pandemia do coronavírus, que paralisou o futebol por todo o mundo, terá grandes consequências nos próximos «dois a três anos».

«Quem faz perspetivas de datas para o regresso das competições são os charlatões. O paradigma vai mudar um pouco. Não consigo imaginar transferências de 100 milhões de euros. O valor médio dos negócios vai cair nos próximos dois ou três anos porque todos os países foram afetados e, muito provavelmente, teremos um novo mundo no futebol», analisou Hoeness à Kicker.