Jardim lança alerta: «Andamos a matar jogadores»

MÓNACO 30-11-19 9:27
Por Redação

No lançamento da receção de domingo ao PSG, Leonardo Jardim, treinador do Mónaco, fez uma defesa apaixonada da paciência na integração de jovens jogadores, sob pena de se destruírem carreiras.

«Um miúdo de 16 anos não é um adulto em miniatura! Temos de respeitar isso. Hoje pensam que um jovem de 15 ou 16 anos está formado, mas não é verdade. A maturidade a nível ósseo, a nível de tendões, chega depois dos 18, 19. É preciso passar essa mensagem, porque isso pode destruir a vida de jovens jogadores», alertou.

O apelo do técnico português surgiu quando confrontado com nova lesão de Pellegri, ponta de lança de 18 anos contratado em janeiro de 2018 ao Génova, por €20,9 milhões, que quase não tem jogado e está novamente lesionado.

«Andamos a matar jogadores e depois ninguém se responsabiliza, quem vier atrás que feche a porta... Se calhar se tivessem prestado mais atenção, há dois ou três anos, na formação do Pietro, ele não teria todas estas lesões musculares. Os jovens que saem do Mónaco estão quase sempre prontos, nunca se lesionam...», salientou.