«Preparei-me para defrontar o FC Porto»

BOAVISTA 15-11-19 9:48
Por Paulo Montes

O peruano Gustavo Dulanto, de 24 anos, diz-se feliz por ter ingressado no Boavista. O central oriundo do Real Garcilaso foi titular frente ao FC Porto e mostra-se disposto a manter o estatuto.

Em entrevista ao El Comercio, do seu país, Dulanto lembra os primeiros tempos no Bessa, «quando os companheiros já tinham algumas semanas de trabalho», e a necessidade de recuperar a condição física mercê «de um trabalho especial». «Sabia que tinha que esperar a minha oportunidade», admitiu.

«Fizeram-me aumentar quatro quilos de massa muscular e querem que suba mais dois. Nunca senti tantas dores, mas hoje vejo que me fez bem. Continuo a trabalhar isso, a potência», confessou ainda o defensor.

Para Dulanto, o futuro é, portanto, auspicioso. «Preparei-me para defrontar o Porto. Sabia que teria que correr e marcar bastante. Quando me deram a camisola disse logo que nunca mais ma iriam tirar», foi dizendo.

Da Liga Dulanto deixa revelação interessante: «Tem muita intensidade. Nem nas divisões inferiores da Argentina, que são diferentes das do Peru, se sente que a preparação física é tão forte», acusou.

O central nascido em Lima mantém como objetivo a continuidade entre os eleitos de Lito Vidigal e não esconde o sonho de representar a seleção. «Primeiro quero ganhar nome e ajudar o Boavista a classificar-se para uma prova internacional. Depois, sim, gostava de ser considerado na seleção», remata.