Primeiro-ministro Faustino Imbali entrega carta de demissão ao Presidente

GUINÉ-BISSAU 08-11-19 7:8
Por Lusa

Faustino Imbali, nomeado pelo Presidente da Guiné-Bissau, mas rejeitado pela maioria da comunidade internacional, demitiu-se, esta sexta-feira, do cargo, numa carta a que a Lusa teve acesso.

Imbali escreveu a José Mário Vaz ter tomado a decisão de se demitir para «permitir ao Presidente guineense ter a hipótese de reformular a história política» da Guiné-Bissau e não permitir que «forças estrangeiras desestabilizem e zombem da nação guineense».

O agora ex-primeiro-ministro pede a José Mário Vaz que lhe permita demitir-se do cargo «com efeito imediato».