CPT 4x4: Moimenta da Beira conheceu campeões (fotos)

TODO O TERRENO 15-10-19 10:43
Por Redação

A penúltima prova do calendário deste ano do Campeonato Portugal de Trial 4x4 marcou o regresso da caravana do todo o terreno a Leomil, em Moimenta da Beira, meia dúzia de anos volvidos depois da última prova realizada na referida localidade do distrito de Viseu.O Alto da Portela, antigamente conhecido por Calhaus do Demo, um monte agreste de dificuldades naturais e muito técnicas foi o palco de uma etapa recheada de emoção, tanto para o público como para as 26 equipas participantes, com destaque para as classes Promoção e UTV, em que João Fernandes (Jovi Team) e Carlos Martins (Reciclopeças) sagraram-se campeões, respetivamente.  Na classe Promoção João Fernandes sabia que para revalidar o título de campeão nacional precisava apenas de cumprir as três horas de resistência: «É uma pista muito boa, com obstáculos naturais, o tempo ajudou.»Cláudio Ferreira, campeão em título Absoluto e Super Proto, relançou-se na corrida pela revalidação depois de ter tido prestações menos boas em Mação e Famalicão.«A prova tornou-se muito rolante. Ao início até pensei que ia ser prejudicial para nós, para o nosso carro estas provas mais rolantes não são muito boas, mas aguentou e conseguimos a vitória», salientou Cláudio Ferreira.Marcelo Lopes (Team Lucrofusão) é o líder Absoluto com 10 pontos de vantagem sobre Cláudio Ferreira, enquanto Rui Rocha (Tema Rj69), após mau resultado em Moimenta da Beira, caiu para terceiro, mas matematicamente ainda tem hipóteses de ser campeão.«Estivemos quase a conseguir a vitória nas classes Absoluto e Proto, mas faltou uns segundinhos, fica para a próxima», lamentou Marcelo Lopes.Em Extreme, Carlos Gomes (Team Rafael e Gomes) voltou às vitórias com mais seis voltas do que o adversário direto Nuno Matos (AutoBernardoCapitcho Team). Pai e filho chegam à derradeira etapa muito bem posicionados para serem campeões nacionais. «A pista estava engraçada, é uma pista natural, mas agora estamos um bocado doridos (risos) porque havia muita pedra», realçou Carlos Gomes.A derradeira etapa do CPT4x4 2019 está agendada para 17 de novembro, em Paredes, guarda, assim, a revelação dos restantes campeões nacionais.

Confira os pódiosClasse Absoluto*1.º Auto Higino (Cláudio Ferreira/Tiago Couto) – Crawler Mercedes – 22 voltas2.º  Team Lucrofusão (Marcelo Lopes/Miguel Costa) – Toyota Land Cruiser 250 – 22 voltas3.º Mister Reboques/Lucrofusão (António Henriques/Ivo Mendes) – Proto XS5 – 20 voltas

Classe Proto1.º Team Lucrofusão (Marcelo Lopes/Miguel Costa) – Toyota Land Cruiser 2502.º Mister Reboques/Lucrofusão (António Henriques/Ivo Mendes) – Proto XS53.º Oficina Bacelo (Luís Bacelo/Hugo Martins) – Nissan PatrolClasse Super Proto1.º Auto Higino (Cláudio Ferreira/Tiago Couto) – Crawler Mercedes2.º ASH/Euro4x4Parts (Adriano Santos/Elsa Henriques) – Crawler BJ403.º Sem Stress (Laurindo Mendonça/Dalilo Freitas) – Jimmy Proto CrawlerClasse Extreme1.º Team Rafael e Gomes – Carlos Gomes/Rafael Gomes (Nissan Proto)2.º Auto Bernardo Capticho Team – Nuno Matos/Rui Brás (Land Rover Defender 110)3.º Exigente TT – Bruno Bastos/João Bastos (Nissan Patrol Y 60)Classe Promoção1.º JoviTeam –  João Fernandes/Tiago Alves (Nissan Patrol) 

Classe UTV/Buggy1.º Reciclopeças – Carlos Martins/João Pinto (Bombardier Can-Am Maverick) 

Classe Fun1.º Team Urbano&Urbano (Francisco Fonseca/Fábio Loureiro) – Nissan Patrol 2602.º Full Power Team (Emanuel Mendes/António Jesus) – Nissan Patrol3.º Superprint (Tiago Costa/Rodrigo Pinto) – Nissan Patrol

*Apenas as classes Proto e Super Proto vão discutir o título Absoluto que coroa o campeão dos campeões, sendo que a pontuação por prova é atribuída a consoante o máximo número de voltas ao circuito em menos tempo. Fotos GoAgency