FIA investiga final encurtado no GP do Japão, Ferrari castigada

FÓRMULA 1 13-10-19 12:6
Por Redação

A Federação Internacional do Automóvel (FIA) abriu uma investigação ao final antecipado do Grande Prémio do Japão, uma vez que a bandeira de xadrez foi mostrada na 52.ª das 53 voltas previstas.

O painel de final de corrida foi ligado uma volta antes do previsto, dando por concluída a corrida quando o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) cruzou a meta às 52 voltas.

Numa prova conturbada, a Ferrari e Charles Leclerc foram castigados - o monegasco foi penalizado com 15 segundos, cinco por um acidente com Max Verstappen logo na primeira volta e 10 por não ter entrado na box rapidamente uma vez que tinha o ´aileron´dianteiro solto e fazia chispas no chão . Esta penalização é válida também para a Ferrari com uma multa de 25 mil euros.