Kimmich contraria Hoenes e defende compatriota: «O que Ter Stegen disse não foi nada de grave»

ALEMANHA 22-09-19 3:25
Por Redação

O guardião do Barcelona Ter Stegen queixou-se recentemente de não ter sido utilizado por Joachim Low, uma vez que o técnico da seleção alemã optou por apostar em Neur. Uma atitude posteriormente criticada pelo presidente Uli Hoeness, que terá revelado que o guardião alemão faltou ao respeito aos colegas e ao treinador da seleção.

No entanto, o colega Joshua Kimmich, que atua ao serviço do Bayern Munique, decidiu defender o guarda-redes do Barcelona, ao dizer que «não foi nada de grave».

«O que Ter Stegen disse não foi nada de grave. Só disse que estava dececionado e claro que consigo compreendê-lo», referiu, antes de rematar: «Ter Stegen não atacou Neuer em momento algum. Da forma como Neuer está a defender não há qualquer debate sobre quem devia ser titular.»