«As pessoas não têm tempo, mas é isso que temos de dar a estes jogadores»

AVES 20-09-19 10:45
Por Redação

Augusto Inácio voltou a frisar a falta de sorte do Aves após a derrota no terreno do Paços de Ferreira, por 1-2, que atirou o emblema vermelho e branco para o último lugar da Liga.

«A nossa defesa tem sido muito azarada, ontem o Milos lesionou-se no treino, e à quinta jornada estrearam-se mais dois jogadores. A consistência não é a melhor, acho que foi por aí», atirou o técnico luso.

Com apenas três pontos sem seis jornadas, Inácio pede «tempo» e fala em falta de consistência no processo defensivo.

«Quando a equipa não é consistente a nível defensivo é isto que vai acontecer. As rotinas não são as mesmas e tem de se trabalhar. As pessoas não têm tempo, mas é isso que temos de dar a estes jogadores», concluiu.