Adeptos do Inter dizem a Lukaku que cânticos racistas... não são racistas

ITÁLIA 04-09-19 11:32
Por Redação

Romelu Lukaku foi no fim de semana protagonista por ter sido alvo de cânticos racistas por parte dos adeptos do Cagliari quando se preparava para marcar um penálti. No Twitter insurgiu-se contra «um mundo que anda para trás» e a Federação prometeu investigar o caso, mas a própria claque do Inter, através de uma carta aberta, quis esclarecer o jogador belga, defendendo que ele percebeu mal a tradição dos adeptos.

Numa mensagem com contornos incríveis, a claque Curva Nord tentou justificar a atitude da claque rival, referindo que os cânticos - no caso imitando sons de macacos - «fazem parte do jogo» e que eles próprios continuarão a usar esta «tática» contra rivais.

«Estamos a escrever-te da parte da Curva Nord. Sim, os que te receberam na chegada a Milão. Lamentamos verdadeiramente que tenhas pensado que o que aconteceu em Cagliari foi racismo. Tens de perceber que Itália não é como vários outros países do Norte da Europa, onde o racismo é um problema REAL. Acreditamos que possa ter-te parecido, mas não é nada disso. Em Itália usamos alguns truques para ajudar as nossas equipas e tentar enervar os adversários. Não é racismo, é só para os enervar», pode ler-se.

A justificação para comportamentos que são usuais em vários estádios italianos vai mais longe:«Somos um grupo multiétnico e sempre recebemos jogadores de todos os lados. No entanto, sempre usámos esses métodos com jogadores de outros clube e vamos continuar a usar. Os adeptos do Cagliari não são racistas. Considera, por outro lado que é uma forma de respeito, porque eles apenas que eles têm medo que lhes marques um golo, não porque te odeiam. O verdadeiro racismo é outra coisa. Quando dizes que o racismo deve ser combatido em Itália, estás a ajudar a que haja repressão contra os adeptos e contribuis para a criação de um problema que não existe. Somos muito sensíveis e inclusivos. A luta contra o racismo deve começar nas escolas e não nos estádios.»