Angelina Jolie na Colômbia para chamar atenção para a Venezuela

CINEMA 09-06-19 10:40
Por Redação

A atriz norte-americana, uma das mais cintilantes estrelas de Hollywood, 44 anos, enviada especial do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) disse «que os fundos destinados a apoiar os refugiados não chegam», dado o número cada vez maior de pessoas que abandonam os países de origem, «por razões políticas ou económicas».

Angelina Jolie também reforçou, na cidade de Maicao, norte da Colômbia, sobre o drama «das crianças sem pátria».

«Mais de 20 mil bebés que nasceram na Colômbia são filhos de pais venezuelanos e correm o risco de virar apátridas, devido à falta de documentos para legalização da situação», alertou Jolie.