Governo pressionado para acabar com perseguição a jornalistas

SUDÃO 02-11-18 11:51
Por Redação

A Amnistia Internacional (AI) pediu hoje ao Governo do Sudão que interrompa o que descreve como uma «perseguição implacável, intimidação e censura» a jornalistas.

Entre janeiro e outubro deste ano, pelo menos 15 jornalistas foram detidos pelas forças de segurança do país de acordo com o relatório divulgado hoje pela organização.

A  AI acusa o Governo de sudanês de tentar silenciar 'media' independentes. Para Sarah Jackson, da Amnistia Internacional, o Governo tem sido «inflexível na sua repressão à liberdade de imprensa, atacando jornalistas e órgãos de comunicação».