Queixa contra Custódio não preocupa SAD

SC Braga 15-03-2020 09:53
Por Nuno Vieira

A Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF) avançou com as anunciadas queixas sobre a situação de Custódio Castro, que tem apenas o nível I quando lhe é exigido o UEFA Pro para desempenhar as suas funções na Liga. Federação Portuguesa de Futebol, Liga, Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ) e até a ASAE foram já notificados e cada um destes organismos vai abrir os respetivos processos, de forma a apurar se há lugar a penalizações por esta situação, quer à entidade empregadora (SAD do SC Braga), quer ao próprio técnico.


Sendo a entidade que supervisiona os cursos de treinadores e valida as respetivas licenças, é ao IPDJ que competirá a aplicação de sanções, que neste caso concreto vão da eventual suspensão do treinador a pesadas multas à SAD.


Confirmadas as queixas, o SC Braga não aciona alarmes nem se pronuncia sobre esta questão, mas é óbvio que reagirá prontamente a qualquer medida punitiva que venha a ser tomada, através de recursos para os tribunais civis. Aliás, a posição dos arsenalistas sobre este tema já tinha ficado muito clara na apresentação de Custódio Castro. Segundo António Salvador, o escolhido para suceder a Rúben Amorim «inscreveu-se num curso de nível II e outro de nível III em junho, mas não aceitaram a sua inscrição porque tinha de ter um ano de estágio e outro de atividade», referiu o líder da SAD.


Se nas provas internas a situação é ultrapassada com a inscrição de um treinador com nível IV - no caso do SC Braga esse papel é assumido por Micael Sequeira, com Custódio a ir para o banco como terceiro treinador -, na UEFA os critérios são apertadíssimos. A SAD tem, pois, um grande desafio para a próxima época, até porque os castigos previstos são muito severos para o técnico e para o clube.
 

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Ler Mais
Comentários (6)

Últimas Notícias