Costa do Sol de Horácio Gonçalves vence e diminui desvantagem para o líder

Moçambique 20:07
Por Alexandre Zandamela, Maputo

Está cada vez mais animada a luta entre os primeiros classificados e principais favoritos à conquista do campeonato moçambicano de futebol da 1.ª Divisão (Moçambola).

 

Se a liderança continua nas mãos do Ferroviário da Beira, já o Costa do Sol diminuiu a desvantagem em relação ao líder, ao subir para a terceira posição, em troca com o Textáfrica do Chimoio.

 

Com efeito, este domingo, para a 13.ª jornada, os canarinhos do português Horácio Gonçalves receberam e venceram o Clube do Chibuto por 2-1, confirmando que o período menos mau já pertence ao passado, enquanto os guerreiros de Gaza perderam o segundo jogo, em menos de uma semana, após sucumbirem na Soalpo, para a Taça de Moçambique.

 

Em excelente caminhada continua o Ferroviário da Beira. Os locomotivas do Chiveve venceram o Maxaquene, por 2-1, atirando os tricolores para os lugares da despromoção.

 

Curiosamente, o seu vizinho e eterno rival Desportivo de Maputo saiu da zona vermelha, mercê da goleada que infligiu ao Baía de Pemba por quatro bolas sem resposta.

 

Já a campeã União Desportiva do Songo permanece invicto no seu terreno. Na recepção ao Desportivo de Nacala, ganhou por 2-1, tendo a outra formação nacalense, o Ferroviário, empatado (1-1) na Soalpo, com o Textáfrica do Chimoio.

 

Entre o bom e o suficiente, continua o Ferroviário de Maputo. O técnico Daúdo Razak mantém a convicção da conquista do título e o triunfo, no Estádio da Machava, ante o homónimo de Nampula, por 1-0, sustenta ainda mais a sua tese.

 

Foi uma partida que marcou a estreia, de forma negativa, do técnico beirense Akil Marcelino, que sucedeu a Antero Cambaco, vítima de chicotada psicológica na semana passada.

 

A Liga Desportiva de Maputo, do português Nilton Terroso, vai fazendo um campeonato tranquilo. Foi ao canavial de Xinavane empatar (0-0) com o Incomáti.

 

Por fim, ENH de Vilankulo, pela mão de Antoninho Muchanga, livrou-se da zona de descida, ao bater o Têxtil do Púnguè por três bolas sem resposta.

 

Resultados completos da 13ª jornada:

 

Ferroviário da Beira-Maxaquene                                         2-1

UD Songo-Desportivo de Nacala                                         2-1

Costa do Sol-Clube do Chibuto                                           2-1

Textáfrica do Chimoio-Ferroviário de Nacala                      1-1

Ferroviário de Maputo-Ferroviário de Nacala                      1-0

Incomáti de Xinavane-Liga Desportiva de Maputo              0-0

ENH de Vilankulo-Têxtil do Púnguè                                    3-0

Desportivo de Maputo-Baía de Pemba                               4-0

 

Classificação: Ferroviário da Beira, 24 pontos; UD Songo, 23; Costa do Sol, 22; Textáfrica do Chimoio, 21; Ferroviário de Maputo, 20; Clube do Chibuto, 19; Liga Desportiva de Maputo, 19; Incomáti de Xinavane, 19; Desportivo de Maputo, 18;  ENH de Vilankulo (menos um jogo), 17; Desportivo de Nacala (menos um jogo), 16; Maxaquene, 16; Ferroviário de Nacala, 16; Ferroviário de Nampula, 10; Têxtil do Púnguè, 8; Baía de Pemba, 8.

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (6)

Últimas Notícias