Dois agentes da polícia da Guarda-Fronteira mortos por militares sul-africanos

Moçambique 18-06-2019 13:52
Por António Mavila, Beira

Dois agentes da Polícia de Guarda-Fronteira Moçambicana foram mortos a tiro à queima-roupa, por três militares sul-africanos, no Posto Administrativo da Ponta do Ouro, província de Maputo.

 

As mortes aconteceram cerca de 10 quilómetros do posto da fronteira, onde os agentes moçambicanos estavam em patrulha; As autoridades Moçambicanas dizem que os militares sul-africanos terão invadido o território nacional. 

 

O conflito, segundo Juarce Martins, chefe do departamento de relações públicas na PRM na Província de Maputo, teve lugar no chamado «Marco 13». A polícia já entrou em contacto com as autoridades sul-africanas.

 

Neste momento estão reunidas as partes (Moçambique e Africa do sul) para aferir o que efectivamente terá acontecido.

 

Os dois agentes assassinados são oriundos das províncias de Maputo e Nampula. Os corpos encontram-se no Hospital Distrital de Matutuine.

Ler Mais

Últimas Notícias